Agendamento
Voltar ao topo

Vacinas

A Central de Vacinas está localizada na Clínica CEM no centro de Tijucas e dispõe de uma grande variedade de vacinas que alcança todas as suas necessidades em todas as fases da sua vida, crianças, adolescentes, adultos e idosos além de gestantes, viajantes e imunodeprimidos.

Uma Central de Vacinas completa com o objetivo de proteger você e sua família.

 

Conheça algumas das nossas vacinas:

Gripe H1N1 Influenza
Hepatite A infantil
Hepatite A+B
Hepatite B adulto
Varicela
DTPa
Meningite C
Meningite ACWY
Meningite B
HPV Quadrivalente
HPV Bivalente
Ritavirus
Pneumo 13
Penumo 23
Herpes Zoster
Dengue

 

Vacinas para recem nascidos

Vacina para adolescentes

Vacinas para idosos

Vacinas para gestantes

Vacinas para vaijantes

 

Vamos falar de segurança acompanhada de valores acessíveis, é o que a Clínica CEM Vacinas lhe oferece.

 

 

Recemos vacinas Nacionais e Importadas de alta qualidade fabricadas nos melhores laboratórios do mundo.

 

 

 

As vacinas depois de fabricadas são acondicionadas em câmaras frias especiais para vacinas com selos de qualidade.

 

 

Do fornecedor as vacinas vão direto para a Clínica CEM, em caixas estáveis sempre mantendo a temperatura entre 2º e 8º graus celsius. 

 

 

Chegando na Clínica CEM nossa equipe confere as consições de chegada e mede a temperatura nas caixas garantindo qualidade e segurança na preservação.

 

 

Assim que validadas as vacinas são guardadas em câmeras de resfriamento especiais para vacinas com controle de temperatura para manter as vacinas sempre em temperaturas entre 2º e 8º graus celsius. 

 

 

Nossas câmeras possuem geradores de energia que mantêm as vacinas em temperaturas adequadas sem riscos com a instabilidade de energia elétrica.

 

 

Nossas câmaras de resfriamento possuem ainda sistema automático de medição constante de temperatura que fornecem gráficos diários da temperatura e ainda alarmes que avisam os celulares da equipe qualquer baixas de temperatura

 

A Central de Vacinas da Clínica CEM vai mais além e possui mais diferenciais nos serviços oferecidos:

1. Uma variedade de vacinas para recém nascidos, lactantes, crianças em idade escolar, adolescentes, adultos em vida ativa e interativa, viajantes, imunodeprimidos e idosos. 

2. Profissionais altamente capacitados para atendê-lo com segurança e responsabilidade.

3. Ambiente amplo e clean otimizado para adultos e crianças.

4. Localizada no centro da cidade com estacionamento próprio e gratuito.

5. Os valores mais baixos da região

6. Parcelamento dos valores em até 7 vezes para caber no seu orçamento e ao mesmo tempo manter a família protegida.

 

E além de tudo isso:

1. Atendimento exclusivo por telefone para tirar todas as suas dúvidas, inclusive sobre a caderneta vacinal do seu filho.

2. Agendamento do calendário vacinal com lembrete uma semana antes. Isso mesmo, nós lembramos você das suas vacinas. Uma semana antes ligamos para você para agendar a sua vacina na data correta.

UMA DÚVIDA SEMPRE SURGE, POR QUE FAZER AS VACINAS NA REDE PRIVADA? TEM ALGUMA DIFERENÇA DAS VACINAS DA REDE PRIVADA E DA REDE PÚBLICA? 

AMBAS SÃO SEGURAS E PROTEGEM A SUA SAÚDE E DO SEU BEBÊ, CONTUDO HÁ BENEFÍCIOS NA REDE PRIVADA.

Apesar de ambas terem ótima qualidade e garantirem a proteção do seu bebê, algumas vacinas oferecidas na rede pública são diferentes daquelas existentes na rede privada.

Saiba quais são essas diferenças e entenda como isso afeta a saúde do seu filho.

Tríplice bacteriana DTPa e tríplice bacteriana DTPW

As vacinas tríplices bacterianas protegem o bebê contra difteria, coqueluche e tétano. Na rede pública está disponível a DTPw que é feita a partir de células inteiras da bactéria. Já na rede privada existe a versão DTPa que é acelular, ou seja, não é feita com as células inteiras, mas sim com proteínas. “Ela é uma vacina mais purificada, só contém o que realmente é necessário para proteger o ser humano e por isso as chances de ocorrerem eventos adversos são menos frequentes e intensas”, explica a pediatra Isabella Ballalai, presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm). É importante ressaltar que na vacina DTPw, fornecida na rede pública, as chances de ocorrerem eventos adversos já são muito baixas.Caso seu bebê tenha tomada uma dose da DTPw, que é oferecida na rede pública, e tenha apresentado febre alta por um tempo prolongado e outras reações adversas é recomendado passar a oferecer a DTPa. “Quem começou com uma pode completar o esquema com a mesma ou com a outra (são cinco doses em 2, 4, 6, 15 meses e 4 a 6 anos). Mas a proteção oferecida pelas duas vacinas é adequada contra a difteria, tétano e coqueluche, desde que seguindo os esquemas vacinais propostos”, explica o pediatra Yechiel Moisés Chencinski, membro do departamento de Pediatria Ambulatorial e Cuidados Primários da Sociedade de Pediatria de São Paulo.Vacina

Haemophilus influenzae tipo b e seus reforços

Haemophiluis influenzae tipo B é uma bactéria que pode causar uma série de doenças infecciosas com complicações graves, como: pneumonia, dor de ouvido, inflamação na epiglote, meningite, inflamação nas articulações, entre outros.

A vacina contra esta bactéria está disponível tanto na rede pública quanto na privada, com a diferença de que na rede privada há uma dose a mais. “O esquema padrão inicial dessa vacina é de 4 doses, que seriam 3 mais o reforço. Contudo, quando o Ministério da Saúde adotou essa vacina, a imunização em massa permitiu reduzir a circulação da bactéria e quando ela é praticamente eliminada, três doses são o suficiente. Dar a quarta dose é mais um cuidado extremo do que uma necessidade”, diz Isabella Ballalai.

Vacina rotavírus monovalente e vacina rotavírus pentavalente

A vacina de rotavírus é uma vacina de vírus vivo, oral. Ela pode ser monovalente, que protege apenas contra um sorotipo de rotavírus, mas oferece proteção cruzada contra outro sorotipo e é dada em duas doses. A vacina rotavírus monovalente é oferecida na rede pública.

A outra opção é a vacina pentavalente, que está presente na rede privada. Ela oferece imunidade contra 5 sorotipos diferente de rotavírus e é feita na clínica em três doses. Bebês que iniciam a vacinação com uma determinada vacina devem idealmente terminar o esquema vacinal com o mesmo produto. “Mas, na falta do mesmo produto, a vacinação não deve ser interrompida e a vacina que estiver disponível deverá ser administrada. Caso uma das doses tenha sido da vacina pentavalente, o total de três doses deverá ser realizado. E é importante ter atenção aos intervalos e datas limite para a aplicação dessas vacinas”, diz Yechiel Moisés Chencinski. Assim, a vacina pentavalente oferece uma proteção mais ampla.

Vacina pneumocócica conjugada 10 e vacina pneumocócica conjugada 13

As vacinas pneumocócicas conjugadas protegem as crianças das doenças causadas pela bactéria Streptococcus pneumoniae, como pneumonia, meningite e otite média aguda. A vacina pneumocócica conjugada (VPC 10), que está presente na rede pública, protege contra 10 subtipos de pneumococos. Já a vacina pneumocócica conjugada (VPC 13) irá proteger contra 13 subtipos de pneumococos. “Os principais pneumococos estão presentes na VPC10, mas a VPC13 irá proteger contra mais três subtipos, fazendo com que ela seja uma opção interessante”, constata Isabella Ballalai.

A VPC 13 conta com 3 doses dadas aos 2, 4 e 6 meses e um reforço de 12 a 15 meses. Crianças com esquema completo de VPC10 podem se beneficiar com uma dose adicional de VPC13 com o objetivo de ampliar a proteção em crianças de até 5 anos, respeitando o intervalo mínimo de dois meses da última dose”, explica Yechiel Moisés Chencinski.

Vacina influenza

Na rede pública a vacina influenza, que protege contra a gripe, é oferecida para crianças até os 5 anos de idade e adultos a partir de 55 anos. A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) recomenda que todos sejam vacinados anualmente contra a influenza, independente da idade.  “No Brasil não conseguimos doses para toda a população, por isso é preciso ter prioridades, como as crianças até 5 anos de idade”, explica Isabella Ballalai. Contudo, na rede privada é possível tomar esta vacina, sem pertencer aos grupos de risco.

Meningocócica conjugada C e Meningocócica conjugada ACWY

A vacina meningocócica conjugada C está presente na rede pública, enquanto a versão ACWY só pode ser encontrada na rede privada. Ambas previnem meningites. “Com a diferença que meningocócica conjugada C protege apenas contra o tipo C e a versão ACWY protege contra esses quatro tipos. O C é o responsável por 70% das meningocócicas do país, contudo o tipo W vem aumentando bastante sua participação, e já é a causa de 20% dos casos de meningocócicas no sul do Brasil”, alerta Isabella Ballalai. Por isso, a meningocócica conjugada ACWY é uma boa alternativa.

Vacina contra o HPV

A rede pública já oferece duas doses da vacina contra o HPV para meninos de 11 a 14 anos e meninas de 9 a 14 anos. Na rede privada a vacina HPV é oferecida para todas as idades.

Hepatite A

A rede pública vacina as crianças contra a hepatite A com um ano de idade. “Contudo a rede privada segue a recomendação da SBIm e seis meses após esta primeira dose, aplica uma segunda”, observa Isabella Ballalai. Uma única dose desta vacina garante proteção até os 10 anos, mas não há certeza quanto a vida adulta. A segunda dose irá garantir a imunidade contra a hepatite A também na vida adulta.

Vacina varicela

A vacina varicela irá proteger as crianças contra a catapora. Contudo, a rede pública oferece apenas uma dose dela. “Isto não é o suficiente para prevenir a doença, apenas para evitar que a pessoa contraia versões mais graves dela. Na rede privada são oferecidas duas doses, sendo que a segunda irá de fato proteger contra a doença”, explica Isabella Ballalai.

ESPERAMOS VOCÊ PARA FAZER AS SUAS VACINAS E DO SEU BEBÊ. LIGUE AGORA NO 48 988018775 E FALE COM A FERNANDA NOSSA VACINADORA. COM MAIS DE 10 ANOS DE EXPERIÊNCIA ELA VAI PODER TIRAR AS SUAS DÚVIDAS E AGENDAR AS SUAS VACINAS.

Siga-nos nas redes sociais para mantermos você informado(a) de possíveis epidemias, das campanhas das várias vacinas e novidades de prevenção.

 

Central de Vacinas CEM - Aqui nós cuidamos de você.

Se tiver dúvidas sobre as vacinas para a sua faixa etária calendário vacinal entre em contato conosco pelo 48 988018775 ou diretamente pelo Whatsapp  clicando abaixo.